Unidade 1: Mister Shopping 3º Piso
Unidade 2: Av. Rio Branco, 1718 – Centro
Segunda a sexta: 08h às 20h
Sábado: 08h às 12h

Será que é trombose?

Neste post você vai conhecer um pouco mais sobre a trombose, doença que afeta muitos brasileiros ao longo dos anos. Assim, navegue por categoria:

O que é trombose?

A trombose ocorre quando um coágulo sanguíneo se forma nas grandes veias presentes nas pernas e nas coxas do paciente. Assim, esse coágulo bloqueia o fluxo de sangue e causa grande inchaço e dor na região afetada. Além disso, é importante saber que alguns medicamentos, como o anticoncepcional, podem facilitar a ocorrência desta doença. No entanto, quando um coágulo se desprende e passa a correr na corrente sanguínea, causando um processo chamado de embolia, a situação se torna grave. Dessa forma, essa embolia corre pelo corpo e pode ficar presa em qualquer lugar, como nos pulmões e no cérebro. Dessa forma, em muitos casos o paciente precisa ficar internado para receber tratamento médico.

De acordo com o Ministério da Saúde, a trombose costuma ocorrer após cirurgias ou situações em que o paciente fica muito tempo sem movimentar as pernas. Além disso, essa doença costuma atingir um número muito maior de mulheres do que homens, pois está relacionada com fatores como o uso de anticoncepcionais e a gestação. De qualquer forma, é muito importante que um paciente esteja atento a todos os sinais que podem indicar a presença desta doença. Afinal, se o tratamento não for feito de forma rápida, o paciente pode vir a óbito. Saiba tudo sobre a consulta com o angiologista

Tipos e formas da trombose

A trombose pode apresentar dois tipos: aguda e crônica. Assim, quando um paciente apresenta a forma aguda da doença, sua cura é mais rápida e tranquila. Ou seja, o próprio corpo da pessoa luta para dissolver o coágulo impedindo que ele se movimente pelo corpo e se instale sobre órgãos. Por outro lado, quando uma pessoa desenvolve a forma crônica da doença, as estruturas das veias e artérias ficam comprometidas, apresentando inchaços e feridas no local. Além dos tipos de trombose, essa doença apresenta três principais formas:

    • Trombose Venosa Profunda. É o tipo mais comum da doença. Assim, ocorre quando há a formação de um coágulo em veias na parte inferior do corpo, como nas pernas. 
    • Trombose arterial. Esta forma da doença ocorre quando a formação de coágulo ocorre em uma artéria, bloqueando a passagem de sangue por ela. Por exemplo, quando um coágulo se forma em uma artéria que vai para o cérebro, esse bloqueio pode ocasionar um acidente vascular cerebral (AVC) no paciente.
    • Trombose hemorroidaria. Ocorre quando a formação dos trombos se dá em uma hemorróida, localizada na região anal. Assim, essa região costuma apresentar inchaço e coloração roxa, além de muita dor.

Causas e sintomas 

Existem alguns fatores de risco e causas que podem dar origem à trombose. Por isso, é importante manter atitudes saudáveis para o corpo, além de frequentar um médico para consulta e exames de rotina. Afinal, a maioria dos casos de trombose pode ser evitada com medidas simples. Assim, conheça as principais causas da trombose:

  • Uso de anticoncepcional ou tratamento hormonal;
  • Tabagismo;
  • Ficar sentado ou deitado muito tempo;
  • Genética;
  • Gravidez;
  • Presença de varizes;
  • Idade avançada;
  • Pacientes com insuficiência no coração;
  • Tumores malignos;
  • Obesidade;
  • Histórico de trombose venosa.

Na maioria dos casos de trombose venosa o paciente pode não ter qualquer tipo de sintoma. Em outros casos, pode experimentar inchaço, vermelhidão e dores nas pernas. No entanto, quando o coágulo criado pela trombose começa a se movimentar pelo corpo, é comum sintomas como:

  • Dor intensa;
  • Vermelhidão por toda a perna;
  • Inchaço na perna (pode aparecer de repente ou de forma gradual);
  • Aumento da temperatura da perna que está doendo;
  • Respiração curta e rápida, além de palpitações;
  • Desmaio;
  • Tosse com sangue;
  • Dor no peito ou nas costas.

Quando uma pessoa desconfia que pode estar sentindo algum sintoma de trombose, deve procurar um médico de forma rápida para iniciar o tratamento. Assim, durante a consulta, o médico vai fazer algumas perguntas ao paciente e pedir os exames mais comuns: ultrassonografia, exame de sangue, tomografia e ressonância.

Andar de avião pode dar trombose?

Como algumas viagens são muito longas, muitas pessoas costumam ficar grande quantidade de tempo sentadas, sem fazer movimento com as pernas. Assim, pode ter a formação de um coágulo. Dessa forma, ao realizar viagens de avião é importante lembrar de levantar para fazer alguns movimentos com a perna. Além disso, beber bastante água também ajuda na prevenção.

Tratamento

Quando o médico constata que seu paciente apresenta um quadro de trombose, é preciso iniciar o seu tratamento. Assim, esse tratamento tem o objetivo de impedir o crescimento e o deslocamento do coágulo e impedir que a trombose volte a acontecer. Nesse sentido, o médico vai analisar o caso de seu paciente e decidir quais as medidas necessárias para atingir esse objetivo. Dentre as medidas mais comuns estão: uso de coagulantes e remédios específicos para os casos mais graves, uso de meias de compressão e colocação de filtros em veias para evitar que o coágulo seja transportado até órgãos vitais. 

Além desses tratamentos, é importante que todas as pessoas tenham um estilo de vida saudável para evitar a trombose. Por exemplo: ter uma alimentação rica em nutrientes e praticar exercícios físicos. 

sala policonsultas

Como prevenir a trombose?

Existem algumas práticas que são capazes de diminuir os riscos de trombose. No entanto, é importante lembrar que a consulta de rotina com o angiologista deve ser feita sempre, principalmente para pacientes que possuem algum fator de risco para a doença. Afinal, somente o médico pode avaliar um paciente e definir o que é bom ou não para seu caso e recomendar medidas de segurança e prevenção contra a trombose. De qualquer forma, existem algumas medidas universais que podem ajudar um paciente a não desenvolver a doença ou então diminuir os seus efeitos no corpo. Assim, são elas:

  • Praticar exercícios físicos de forma regular;
  • Evitar o consumo de álcool e cigarro;
  • Manter uma dieta equilibrada;
  • Evitar a obesidade;
  • Movimentar-se ao longo do dia.
  • Ingerir bastante  líquidos.
Saladas são grandes aliadas para uma boa saúde

Policonsultas

Precisa marcar uma consulta com um angiologista? A Policonsultas tem uma equipe preparada para cuidar da sua saúde, além de realizar exames na própria clínica. Conheça nosso corpo clínico aqui!

Agende seu atendimento:

Unidade 1: Mister Shopping 3º Piso.
Unidade 2: Av. Rio Branco, 1718 – centro

Deixe um comentário

WhatsApp Agende pelo WhatsApp