Unidade 1: Mister Shopping 3º Piso.
Unidade 2: Av. Rio Branco, 1718 – centro

Segunda a sexta: 08h às 20h.
Sábado: 08h às 12h.

Como ter um envelhecimento saudável?

Na maioria das vezes a palavra “envelhecer” possui um sentido negativo e muitas pessoas têm medo dessa fase. Mas é importante ter em mente que o envelhecimento é um fenômeno natural da vida humana, com suas características e peculiaridades. Para tornar essa fase o mais confortável e saudável possível, é importante tomar diversos cuidados com a saúde. Assim, nesse post você vai conhecer algumas dicas exclusivas da geriatra da Policonsultas, Thaís Marçal, sobre o envelhecimento saudável. 

Afinal, o que é a geriatria?

Antes de conhecer as dicas sobre como ter um envelhecimento saudável, é preciso entender o que é a geriatria e a importância do médico geriatra para a saúde dos idosos. De acordo com a geriatra Thaís Marçal, a geriatria é a ciência que estuda o processo de envelhecimento e a saúde do idoso de uma forma geral, incluindo aspectos físicos e psicológicos. Assim, o objetivo principal desse ramo da medicina é manter a funcionalidade, autonomia e independência do idoso. 

Por essa razão, é importante que todos os idosos a partir de 60 anos busquem o geriatra para consultas de rotina e realizem todos os exames necessários. No entanto, se o paciente tiver comorbidades e outras condições de saúde, é ideal começar a consultar o geriatra a partir dos 50 anos de idade. 

É comum estabelecer a semelhança entre o geriatra, o pediatra e o clínico geral. Cada um destes médicos são responsáveis por cuidar da saúde geral de uma pessoa em cada fase da vida. Ou seja, o pediatra trata das crianças e adolescentes, o clínico geral trata dos adultos e o geriatra, por fim, dos idosos. 

Thaís Marçal é geriatra na Policonsultas

Quando devo procurar o geriatra?

Além das consultas regulares a partir dos 60 anos de idade (ou 50, no caso de alguma comorbidade), é importante que os idosos e seus familiares estejam atentos para alguns sinais de problemas na saúde. De acordo com Thaís, esses problemas podem ser:

  • Alterações bruscas na memória;
  • Dores nas articulações;
  • Cansaço excessivo;
  • Perda da cognição;
  • Emagrecimento sem causa aparente;

 

Alguns desses sintomas podem acontecer de uma forma normal durante a velhice, sendo que o problema começa quando isso se torna perigoso. Por exemplo, é normal que os idosos experimentem alguns esquecimentos, como onde deixaram algum objeto. No entanto, quando o idoso passa a esquecer o nome das coisas ou a não a reconhecer alguém de sua família, é importante buscar o geriatra.

Também é importante lembrar que, ao contrário do que muitos pensam, nenhuma dor é “normal para a idade”. Quando o paciente começa a sentir desconfortos, é sinal de que algo não está certo com sua saúde. Por isso, é essencial que a família esteja atenta a todas as queixas apresentadas pelo idoso.

A consulta regular com o geriatra ajuda a detectar a causa de desconfortos e encontrar doenças em seu início. Por isso, é importante que os idosos separem um tempo para consultar este médico. Afinal, quanto mais cedo um problema é detectado, mais rápido é o seu tratamento.

Dicas para um envelhecimento saudável

A idade chega para todos. Com ela, algumas preocupações podem surgir com relação à saúde. Por isso, é importante realizar consultas regulares com o geriatra a partir dos 60 anos, para garantir a qualidade de vida na velhice. No entanto, além destas consultas, alguns hábitos podem ajudar a retardar os efeitos da velhice e prevenir diversas doenças nesta fase. A geriatra da Policonsultas, Thaís Marçal, nos dá algumas dicas:

Ter uma alimentação saudável

De acordo com a Sociedade Brasileira de Geriatria, a alimentação do idoso deve conter proteínas, carboidratos, lipídios, vitaminas e minerais.

Realizar exercícios físicos

A escolha destes exercícios deve ser feita junto ao médico, que vai indicar a melhor opção para cada paciente.

Manter o convívio social

O idoso que começa a se isolar e ficar apenas dentro de casa, pode começar a apresentar um declínio cognitivo.

Prevenção de acidentes

É importante tomar medidas que vão auxiliar o idoso na prevenção de acidentes, como a queda. Assim, é importante o auxílio de tapetes e até corrimões dentro de casa.

Ter um sono adequado

Ter uma boa noite de sono é essencial para a saúde de qualquer pessoa, sobretudo dos idosos. A quantidade de horas de sono por noite depende de cada idoso, sendo importante conversar com o geriatra para saber o melhor para seu caso.

Reduzir situações de estresse

É muito importante manter um ambiente harmônico para o convívio do idoso. Isso porque as doenças cardiovasculares são muito comuns nessa idade e são potencializadas pelas situações de estresse.

Manter o cérebro ativo

Jogar jogos, estudar, fazer leituras e artesanatos. Todas essas atividades são muito importantes para manter o cérebro dos idosos ativo e saudável.

Quais doenças mais comuns em idosos?

Alzheimer

O Alzheimer é uma doença progressiva que causa a destruição de células do cérebro, destruindo a memória e outras funções mentais importantes. Por isso, no início da doença, o paciente começa a esquecer fatos recentes e lembrar apenas de coisas muito antigas. Assim, esta doença possui dois tipos:

  • Alzheimer de início precoce – afeta pessoas com menos de 65 anos.
  • Alzheimer de início tardio – os sintomas aparecem após os 65 anos, sendo os casos mais frequentes.

Apesar de não existirem estudos conclusivos sobre esta doença, existem alguns fatores que podem facilitar seu aparecimento. Por exemplo:

  • Idade;
  • Histórico familiar e genética;
  • Falta de exercício;
  • Obesidade;
  • Fumar ;
  • Pressão alta;
  • Colesterol alto no sangue;
  • Diabetes tipo 2 mal controlado;
  • Uma dieta sem frutas e vegetais.

No dia a dia é necessário estar atento para os sinais que podem indicar esta doença. Assim, alguns desses sintomas podem ser:

  • Dificuldade em se concentrar e pensar;
  • Falta de memória;
  • Dificuldade em fazer tarefas da rotina;
  • Mudanças na personalidade ou comportamento.

Quando uma pessoa desconfia que pode estar sentindo os sintomas dessa doença, é importante procurar o geriatra para dar início ao tratamento. Assim, apesar de não existir cura para esta doença, existem formas de melhorar a qualidade de vida do paciente através de remédios ou terapias.

Hipertensão

Essa doença, popularmente chamada de pressão alta, é uma doença crônica que afeta mais de 25% da população brasileira. Assim, é caracterizada pelos níveis elevados da pressão sanguínea nas artérias e quando os valores das pressões máxima e mínima ultrapassam os 140/90 mmHg (14 por 9).

Após o diagnóstico realizado pelo cardiologista, o paciente deve iniciar tratamento com remédios e estar sempre atento ao aferir sua pressão. Além disso, o paciente deve evitar o consumo de sal, álcool e cigarro.  Desse modo, alguns sintomas que podem indicar a pressão alta são:

  • Dores no peito;
  • Dor de cabeça;
  • Tonturas;
  • Zumbido no ouvido;
  • Fraqueza;
  • Visão embaçada;
  • Sangramento no nariz.

Câncer

Para entender o que é um câncer é preciso saber como funciona o nosso organismo. O organismo humano é formado por milhares de células que trabalham de forma organizada. Assim,  elas crescem, se dividem, morrem e são substituídas de maneira controlada, em um processo natural. No entanto, quando o crescimento das células ocorre de forma descontrolada, gerando uma massa, surgem os tumores.

De acordo com a Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia, existem dois tipos de tumores: os benignos e os malignos. Os benignos são aqueles que não se multiplicam de forma tão rápida e não são capazes de migrar para outros tecidos. Assim, na maior parte dos casos, quando o paciente retira esse tumor já está curado. Por outro lado, quando a massa de células dá origem ao tumor maligno, é preciso ter cuidado. Isso porque os tumores malignos se multiplicam com rapidez e invadem as estruturas vizinhas. Ou seja, o tumor começa a se espalhar pelo corpo da pessoa. 

Por isso, quando uma pessoa tem sintomas que podem indicar um tumor, deve procurar um médico de forma rápida e realizar todos os exames que ele pedir. Afinal, quanto mais cedo o tumor for encontrado, maior a chance de sucesso no tratamento e de cura. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer, os tipos mais comuns dessa doença no Brasil são: câncer de pulmão, câncer de mama, câncer de próstata, câncer colorretal e câncer de estômago.

Depressão

A depressão é um transtorno mental que leva a pessoa a sentir uma tristeza profunda e perder o interesse em atividades que antes eram prazerosas. De acordo com o Ministério da Saúde, existem alguns fatores de risco que podem contribuir com a depressão, entre eles:

  • Histórico familiar;
  • Outros transtornos psiquiátricos;
  • Estresse;
  • Ansiedade;
  • Disfunções hormonais;
  • Dependência de álcool e drogas ilícitas;.

Ao reconhecer os sintomas da depressão, é importante iniciar o seu tratamento através de remédios e terapia. Assim, o psicólogo ajuda o paciente a criar estratégias de combate às questões emocionais e o psiquiatra indica remédios que vão reduzir os sintomas da depressão, levando em conta o melhor para o paciente.

Acidente Vascular Cerebral (AVC)

Existem dois tipos dessa doença: o AVC isquêmico e o hemorrágico. Assim, o primeiro tipo ocorre quando uma obstrução ou redução brusca do fluxo de sangue em uma artéria do cérebro acarreta em uma falha na circulação do sangue. Por outro lado, o segundo tipo ocorre quando há uma ruptura espontânea dos vasos sanguíneos do cérebro. Os principais sintomas são:

  • Fraqueza ou formigamento na face, no braço ou na perna, especialmente em um lado do corpo;
  • Confusão, alteração da fala ou compreensão;
  • Alteração na visão;
  • Alteração do equilíbrio, coordenação, tontura ou alteração no andar;
  • Dor de cabeça súbita, intensa, sem causa aparente.

Quando o paciente desconfia que pode estar sofrendo um AVC precisa procurar o hospital mais próximo de forma rápida, a fim de evitar maiores consequências.

Policonsultas

Precisa marcar uma consulta com um geriatra? A Policonsultas tem uma equipe preparada para cuidar da sua saúde, além de realizar exames na própria clínica.

Conheça nosso corpo clínico aqui!

Agende seu atendimento:

Unidade 1: Mister Shopping 3º Piso.
Unidade 2: Av. Rio Branco, 1718 – centro

Deixe um comentário

WhatsApp Agende pelo WhatsApp