Unidade 1: Mister Shopping 3º Piso.
Unidade 2: Av. Rio Branco, 1718 – centro
Segunda a sexta: 08h às 20h.
Sábado: 08h às 12h.

Tudo sobre a consulta com o psiquiatra

Neste post você vai entender o que é e para quê serve a consulta com o psiquiatra. Além disso, vai ver os principais transtornos mentais e seus tratamentos. Veja por categoria:

  • O que faz o psiquiatra?
  • Quando procurar o psiquiatra?
  • O que acontece na consulta com o psiquiatra?
  • Transtornos mentais comuns.
  • Tratamentos para os transtornos mentais.
  • Psiquiatra X Psicólogo.
  • Verdade ou mito.

O que faz o psiquiatra?

O psiquiatra é o médico que estuda e trata os transtornos mentais e de comportamento. De acordo com a Associação Brasileira de Psiquiatria, existem tipos de psiquiatras. São eles: 

  • Especialistas em crianças e adolescentes;
  • Especialistas em idosos;
  • Psiquiatras que realizam laudos para a justiça;

A principal função do psiquiatra é diagnosticar o problema de seus pacientes e promover o bem-estar deles através do tratamento. Para que isso ocorra, o médico receita medicamentos e auxilia na melhora da saúde mental.

Por muito tempo a psiquiatria foi alvo de preconceito. Isto é, muitas pessoas consideravam que esta cuidava de loucos. Eventualmente, a população passou a entender a sua importância. No entanto, esse preconceito ainda existe por parte de muitos.

Quando procurar o psiquiatra?

Em primeiro lugar é importante entender que o psiquiatra é o médico que trata do cérebro e da saúde mental. Dessa forma, deve ser procurado quando existe algum sintoma que indique algo errado. Assim como existem sinais no olho que demandam um oftalmologista, o mesmo ocorre com o psiquiatra. Por isso, deve-se estar atento a algumas situações. Entre elas:

Mudanças de humor frequentes

É comum sentirmos várias emoções ao longo do dia. No entanto, se essas emoções são intensas ou difíceis de controlar, é preciso tomar cuidado. Por exemplo: irritar facilmente com qualquer coisa, intolerância o tempo inteiro, entre outros. Por isso, caso a pessoa perceba que suas mudanças de humor estão afetando seu dia, deve procurar o psiquiatra.

Dificuldade para dormir

Vez ou outra, é normal ter uma noite de insônia, principalmente em dia de estresse. Entretanto, se for algo frequente e começar a prejudicar as atividades diárias, é importante marcar a consulta. Alguns transtornos, como a ansiedade, estão ligados ao sono. Por isso, a dificuldade para dormir deve ser investigada.

Dificuldade em se livrar de um vício

Se a pessoa decide deixar de lado alguma prática ruim e não consegue, é preciso ir ao médico. Afinal, muitos vícios são como um escape para um transtorno mental. Por exemplo: álcool e drogas.

Alteração no apetite

Assim como em um vício, a perda ou aumento de apetite pode estar ligada a um transtorno. Por isso, se a pessoa nota essa alteração, deve procurar o médico.

É importante que as pessoas estejam atentas a estes sintomas e coisas que as faça sentir mal. O psiquiatra ajuda seus pacientes a descobrir se o que eles sentem pode ser um transtorno. Dessa forma, vai iniciar o tratamento ou encaminhá-los a outro profissional, se for o caso.

O que acontece na consulta com o psiquiatra?

Na primeira consulta, o psiquiatra pergunta ao paciente o que o levou até ali. Além disso, pede informações sobre ele e seus hábitos. Por exemplo: histórico de transtornos mentais na família, trabalho e relacionamentos. Esses detalhes são importantes para que o médico entenda o paciente. Por isso é importante nunca mentir. 

Após o primeiro contato, o médico realiza o exame psíquico. Este exame é feito a partir de técnicas específicas. Assim, o psiquiatra consegue detectar a presença ou não de um transtorno mental.

Algumas doenças que são tratadas pelo psiquiatra podem ser identificadas pelo exame físico. Por exemplo: alzheimer, AVC e epilepsia. Por isso, também é comum que o médico solicite exames como o ultrassom e a tomografia.

Transtornos mentais comuns

De acordo com o Instituto Nacional de Saúde Mental dos Estados Unidos, os transtornos mais comuns são:

  • Transtornos do humor- Depressão e bipolaridade são os mais comuns. Entenda mais sobre a depressão.
  • Transtornos de ansiedade- Entre os principais: síndrome do pânico, TOC e ansiedade.
  • Transtornos de alimentação- A pessoa encontra dificuldade de se alimentar. Ou seja, para de comer ou come demais.
  • Déficit de Atenção- Geralmente diagnosticado na infância. 
  • Esquizofrenia- Episódios contínuos ou recorrentes de psicose
  • Autismo- Compromete a interação social.

Para saber mais sobre esses transtornos, assista o vídeo a seguir:

Tratamento para transtornos mentais

Quando há um transtorno mental, é necessário iniciar o tratamento. Assim, existem três formas:

  • Psicoterapia – Não há o uso de medicamentos.
  • Remédios- Uso de medicamentos, indicados pelo psiquiatra. 
  • Tratamento combinado- É uma junção entre os dois primeiros. 

É importante lembrar que o psiquiatra vai indicar o método mais adequado para cada caso. Ainda assim, a escolha final será do paciente.

Psiquiatra X Psicólogo

Quando o assunto é saúde mental, muitas pessoas confundem o psiquiatra com o psicólogo. Por isso, é importante estabelecer suas diferenças.

                                      PSIQUIATRA

  • Formação em medicina.
  • Através do exame psíquico consegue diagnosticar transtornos mentais.
  • Prescreve medicamentos para o tratamento e pode indicar auxílio psicológico.

                                               PSICÓLOGO

  • Formação em psicologia 
  • Através de técnicas aplicadas na conversa, identifica transtornos mentais.
  • Realiza o tratamento através de técnicas mentais. Além disso, pode indicar a procura pelo psiquiatra.

Cada um deles possui importância para o tratamento dos transtornos mentais. Por isso, muitas vezes o psiquiatra indica o tratamento combinado. Assim, o paciente vai analisar e escolher entre os tratamentos.

Verdade ou Mito?

A Policonsultas esclarece algumas dúvidas sobre o psiquiatra e os transtornos mentais.

Ter um transtorno mental é sinal de fraqueza. MITO

O transtorno mental não está relacionado com fraqueza. No entanto, existem fatores que podem influenciar em seu aparecimento. Como exemplo: genética, alteração de ambiente, situações de estresse e alteração química no cérebro.

Depressão e tristeza são a mesma coisa. MITO

Todo mundo sente tristeza. No entanto, a depressão é uma síndrome que engloba vários sintomas. Além disso, prejudica as atividades diárias da pessoa.

Abusar de álcool e drogas pode causar transtornos mentais. VERDADE

Depende da frequência e genética da pessoa. Assim, pode levar a transtornos como depressão e esquizofrenia. 

Medicamentos para transtorno mental viciam. MITO

Atualmente existem medicamentos que não viciam e não deixam a pessoa “dopada”.

Precisa de um psiquiatra? A Policonsultas tem uma equipe de profissionais preparados para cuidar da sua saúde, além de realizar exames na própria clínica.

Conheça nosso corpo clínico aqui.

Agende seu atendimento:

Unidade 1: Mister Shopping 3º Piso.
Unidade 2: Av. Rio Branco, 1718 – centro

Deixe um comentário

WhatsApp Agende pelo WhatsApp