Unidade 1: Mister Shopping 3º Piso.
Unidade 2: Av. Rio Branco, 1718 – centro
Segunda a sexta: 08h às 20h.
Sábado: 08h às 12h.

Será que é gastrite?

Não é incomum sentir uma ardência no estômago ou sensação de inchaço após comer certos tipos de alimentos. Entretanto, quando o desconforto estomacal aparece com frequência ou é seguido de dor intensa é possível que esteja ocorrendo um quadro de gastrite.

A gastrite é a inflamação, infecção ou erosão do revestimento do estômago. Ela pode ter duração variável em função da especificidade de cada caso ou do tratamento realizado. Em geral, a gastrite segmenta-se em dois tipos: a aguda, que está relacionada a um evento recente, como o uso de um medicamento ou má alimentação por exemplo, e a gastrite crônica, quando o processo inflamatório se instala aos poucos, como no caso da presença da bactéria Helicobacter pylori no estômago.

Neste post vamos ajudar você a entender mais sobre a gastrite, quais são os seus sintomas, tratamentos e quando procurar ajuda de um médico gastroenterologista.

Quais são os sintomas?

A gastrite pode causar uma série de sintomas, tais como:

  •  Indigestão
  • Queimação e azia
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Perda de apetite
  • Dores abdominais

No caso da gastrite aguda é possível identificar a origem do desconforto ou sintoma de forma mais clara, como por exemplo no uso prolongado de medicamentos como ácido acetilsalicílico, de anti-inflamatórios e corticóides. Além disso, destaca-se o consumo de bebidas alcoólicas, a ingestão de substâncias corrosivas e alimentação desequilibrada como outros fatores desencadeadores da inflamação.

Já a gastrite crônica decorre principalmente como reação à presença da bactéria Helicobacter pylori no estômago. Em casos mais raros, pode estar associada aos casos de refluxo constante da bile, de gastrite autoimune (quando anticorpos que agridem e destroem as células gástricas são produzidas pelo próprio organismo), complicação secundária de grandes cirurgias ou lesões traumáticas.

Diagnosticando a gastrite

Em caso de persistência dos sintomas citados acima é indicado procurar um gastroenterologista, médico especialista responsável pelo estudo, diagnóstico e tratamento clínico das doenças do aparelho digestivo.

A partir da análise das queixas do paciente, o profissional de gastroentereologia poderá indicar a realização de uma endoscopia digestiva alta, exame que consiste em visualizar as imagens do sistema digestivo através de um tubo sensível (endoscópio) que é introduzido pela boca e chega ao estômago.

Além disso, quando necessário, um fragmento pequeno (biópsia) da mucosa gástrica pode ser retirada para identificar alterações na amostra de tecido analisada.

Tratamento e prevenção

De forma geral, a inflamação é tratável, sobretudo nos casos de gastrite aguda. Assim, a interrupção do uso de certos medicamentos ou de bebidas alcoólicas, por exemplo, já seriam suficientes para amenizar as queixas de dor e desconforto. Entretanto, o gastroentereologista poderá indicar medicamentos para melhorar os sintomas, como aqueles que proporcionam o esvaziamento gástrico e os que reduzem a produção de ácidos. Quando existe infecção por bactéria será necessário o tratamento com o uso de antibióticos.

Para prevenir os episódios de gastrite, a recomendação dos profissionais de gastroentereologia, com o apoio de nutricionistas, é a busca por um alimentação saudável, composta de frutas, verduras e carnes magras, evitando alimentos irritativos, como café, refrigerantes, comidas gordurosas ou muito condimentados.

Marque uma consulta com nosso gastroenterologista e um profissional de nutrição:

Fixo: (32) 3031-6060 ou no WhatsApp: (32) 99102-6160

Para ver todas as especialidades que atendemos, clique aqui.

Deixe um comentário

WhatsApp Agende pelo WhatsApp