Unidade 1: Mister Shopping 3º Piso.
Unidade 2: Av. Rio Branco, 1718 – centro

Segunda a sexta: 08h às 20h.
Sábado: 08h às 12h.

Junho vermelho: campanha para a doação de sangue

O que é o junho vermelho?

O junho vermelho é uma campanha criada em 2015 pelo Ministério da Saúde do Brasil. Assim, seu objetivo é alertar e conscientizar as pessoas sobre a importância do ato de doar sangue, uma ação que salva vidas. O mês de junho foi escolhido para a campanha pois exatamente neste mês são registrados os menores números de doação no país. Além disso, a proximidade do inverno faz com que muitas pessoas não saiam de casa nessa época.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, são feitas 92 milhões de doações de sangue por ano em todo o mundo. Além disso, a cada doação de sangue, 4 vidas podem ser salvas. Assim, doar sangue é um ato de solidariedade e de amor ao próximo: uma ação que leva apenas alguns minutos pode salvar a vida de 4 pessoas. 

Durante os anos de 2020 e 2021 o número de doações de sangue caiu de forma drástica, devido à pandemia mundial. Assim, com a forte campanha pelo isolamento social, muitas pessoas deixaram de ir aos centros municipais de doação de sangue. Por isso, a campanha do junho vermelho é ainda mais importante nesse momento.

Quem pode doar sangue?

Na hora de doar sangue, é importante estar atento a alguns requisitos. Ou seja, nem todas as pessoas podem doar sangue quando querem. Conheça algumas coisas que podem te impedir no ato da doação:

Idade e peso

Apenas pessoas entre as idades de 16 e 69 anos podem doar sangue. Assim, os menores de 18 anos devem ir acompanhados de seus responsáveis ou levar uma autorização. Além disso, para doar sangue é preciso pesar pelo menos 50 quilos. 

Hepatite

Pessoas que tiveram hepatite após os 11 anos de idade não podem doar sangue. Isso acontece porque ainda podem existir alguns vírus dessa doença no organismo da pessoa, mesmo sem nenhum sintoma. Assim, esses restos virais podem causar problemas para a pessoa que vai receber o sangue.

Doenças sexualmente transmissíveis

Pessoas que possuem essa doença ou que possuem indicativos de que ela pode existir não podem doar sangue. Além disso, é importante que o doador não tenha tido relações sexuais há menos de um ano com um parceiro diferente. Ou seja, é preciso eliminar qualquer possibilidade de uma doença já que elas são tão perigosas. Saiba mais sobre essas doenças. 

Uso de drogas ilícitas 

Pessoas que fazem ou fizeram uso de drogas ilícitas injetáveis, ou seja, através de aplicação com seringa, não podem doar sangue. Por outro lado, se a pessoa fez uso de maconha, pode doar sangue desde que não fume por 12 horas antes da doação. Já as pessoas que fizeram uso de cocaína, crack ou anabolizantes devem esperar um ano após o uso para doar sangue. 

Tatuagem e piercings

Pessoas que possuem tatuagens ou piercings devem esperar pelo menos um ano para doar sangue. Essa restrição existe para garantir que o doador não tenha contraído nenhuma doença através das agulhas usadas.

Bebidas alcoólicas 

Para doar sangue a pessoa não pode ingerir bebidas alcoólicas por 12 horas antes da doação. 

Mulheres que tiveram filhos

As mulheres devem esperar 90 dias após o parto normal ou 180 dias após a cesárea para doar sangue.

É muito importante que todos os doadores estejam atentos a essas condições. Afinal, ao doar sangue, a vida de quatro pessoas correm riscos caso o doador tenha alguma doença. Por isso, todas as pessoas devem ser honestas na hora de responder as perguntas que são feitas antes da doação.

Como é feita a doação

Ao chegar no centro de coleta de sangue a pessoa vai realizar um cadastro de doador. Assim, vai informar seus dados como endereço, doenças, se faz uso de algum medicamento, drogas lícitas ou ilícitas, entre outros. Em alguns casos, a pessoa vai ser informada que não pode doar sangue, por exemplo, se já fez uso de droga injetável. No entanto, se estiver tudo certo, vai passar para a próxima etapa, uma triagem com perguntas mais específicas. Assim, é importante saber que são feitas algumas perguntas delicadas, por exemplo, sobre a vida sexual da pessoa. 

Após a triagem, a pessoa é encaminhada para a coleta, que pode durar cerca de 40 minutos. Assim, é coletado aproximadamente 450 ml de sangue, uma quantidade que não é capaz de prejudicar o doador. Em seguida, o doador passa por um repouso e realiza uma pequena refeição para repor as energias e ser liberado.

É importante lembrar que os homens podem doar sangue de 60 a 60 dias, não devendo ultrapassar quatro vezes ao ano. Por outro lado, as mulheres podem doar com intervalo de 90 dias, não mais que três vezes ao ano.

Dicas para o dia da doação

No dia da doação é preciso tomar alguns cuidados. Assim, a coleta de sangue vai ser tranquila e sair como o planejado! Alguns cuidados são:

  • Dormir pelo menos 6 horas na noite anterior. É importante que você esteja descansado no momento de doar sangue.
  • Não praticar exercícios físicos antes ou depois da coleta;
  • Realizar as refeições normalmente, sem jejum! Não doe sangue se estiver em jejum, pois as chances de desmaio ou mal-estar são muito maiores neste caso.
  • Evitar alimentos gordurosos no dia da doação;
  • Apenas deixe o centro de doação quando se sentir bem e disposto! Se sentir tontura ou qualquer tipo de mal-estar, comunique aos responsáveis do local.
  • Após a doação, beba bastante água para ajudar na reposição de líquidos.
  • Mantenha o curativo no local da agulha por pelo menos 4 horas.

Apesar do nome “junho vermelho”, a doação de sangue é importante durante todos os meses do ano. Ajude o próximo e espalhe amor!

Policonsultas

Precisa marcar uma consulta com um médico? A Policonsultas tem uma equipe preparada para cuidar da sua saúde, além de realizar exames na própria clínica. Conheça nosso corpo clínico aqui!

Agende seu atendimento:

Unidade 1: Mister Shopping 3º Piso.
Unidade 2: Av. Rio Branco, 1718 – centro

Deixe um comentário

WhatsApp Agende pelo WhatsApp