Unidade 1: Mister Shopping 3º Piso.
Unidade 2: Av. Rio Branco, 1718 – centro

Segunda a sexta: 08h às 20h.
Sábado: 08h às 12h.

Por que ir ao cardiologista todo ano?

Todos sabemos sobre a grande importância de ir ao cardiologista todo ano. Existem alguns médicos que as pessoas só procuram quando possuem algum sintoma. No entanto, é importante saber que alguns deles devem ser visitados todos os anos. Por exemplo: ginecologista, cardiologista, urologista, entre outros. Assim, todas as pessoas devem estar em dia com as consultas e os exames que o médico vai pedir. Nesse post você vai conhecer um pouco mais sobre a importância de ir ao cardiologista todo ano. 

 

O que faz o cardiologista?

O cardiologista é o médico que cuida do coração e do sistema circulatório. Assim, é responsável por diagnosticar e tratar as doenças que envolvem os componentes deste sistema, através de remédios e outras práticas.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), as doenças cardiovasculares são as principais causas de morte no mundo. Por isso, é muito importante consultar com o cardiologista todo ano para evitar essas doenças que são tão comuns. Saiba tudo sobre a consulta com o cardiologista.

As doenças do coração

Ao longo dos anos nosso organismo vai envelhecendo e, com isso, algumas doenças do coração podem surgir. Assim, é importante conhecer quais são essas doenças e qual a melhor forma de evitá-las. De acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), as doenças do coração são as que mais matam no mundo. Além disso, somente no Brasil, cerca de 300 mil pessoas por ano sofrem um infarto.

Por isso, é muito importante que todas as pessoas estejam atentas aos sinais que podem indicar as doenças do coração e realizem consultas de rotina com o cardiologista. Assim, o médico vai pedir exames e, se identificar alguma condição no paciente, vai dar início ao tratamento. Saiba tudo sobre a consulta com o cardiologista.

Alguns fatores de risco para as doenças do coração são:

  • Insônia;
  • Transtorno de Ansiedade Generalizada;
  • Estresse ocupacional;
  • Dietas inadequadas;
  • Tabagismo;
  • Sedentarismo.
sala policonsultas

Hipertensão arterial

Essa doença, popularmente chamada de pressão alta, é uma doença crônica que afeta mais de 25% da população brasileira. Assim, é caracterizada pelos níveis elevados da pressão sanguínea nas artérias e quando os valores das pressões máxima e mínima ultrapassam os 140/90 mmHg (14 por 9).

Após o diagnóstico realizado pelo médico, o paciente deve iniciar tratamento com remédios e estar sempre atento ao aferir sua pressão. Além disso, o paciente deve evitar o consumo de sal, álcool e cigarro. Alguns sintomas que podem indicar a pressão alta são:

  • Dores no peito;
  • Dor de cabeça;
  • Tonturas;
  • Zumbido no ouvido;
  • Fraqueza;
  • Visão embaçada;
  • Sangramento no nariz.

Doença coronariana

Essa doença ocorre quando há obstrução das artérias coronárias do paciente. Ou seja, pequenas placas de gordura que se acumulam e se depositam em seu interior. Quando essa obstrução ocorre, o paciente está exposto a uma série de problemas que podem resultar em infartos. Os principais sintomas da doença são:

  • Dor em aperto;
  • Peso no corpo;
  • Sensação de queimação;
  • Dor na região subesternal.

Acidente vascular cerebral (AVC)

Existem dois tipos dessa doença: o AVC isquêmico e o hemorrágico. Assim, o primeiro tipo ocorre quando uma obstrução ou redução brusca do fluxo de sangue em uma artéria do cérebro acarreta em uma falha na circulação do sangue. Já o segundo tipo ocorre quando há uma ruptura espontânea dos vasos sanguíneos do cérebro. Os principais sintomas são:

  • Fraqueza ou formigamento na face, no braço ou na perna, especialmente em um lado do corpo;
  • Confusão, alteração da fala ou compreensão;
  • Alteração na visão;
  • Alteração do equilíbrio, coordenação, tontura ou alteração no andar;
  • Dor de cabeça súbita, intensa, sem causa aparente.

Doença arterial periférica

Essa doença ocorre quando há placas de gordura na artéria aorta e seus ramos principais e nos membros inferiores. Assim, esse acúmulo pode levar à obstrução total da artéria afetada. Alguns sintomas dessa doença são:

  • Cansaço muscular ou dor nas nádegas;
  • Dor nos quadris e nas panturrilhas ao caminhar, que se aliviam após interromper o esforço físico;
  • Impotência sexual.

Tratamento

Em primeiro lugar, é importante saber que as doenças citadas podem estar ligadas ao estilo de vida da pessoa. Assim, uma forma de prevenir estas condições é realizar atividades físicas e ter uma boa alimentação. Ainda assim, muitas vezes é preciso haver uma intervenção para o tratamento destas doenças. Dessa forma, o cardiologista analisa cada caso para saber qual o tipo mais indicado. Estes podem ser:

  • Diuréticos- Aumentam a produção de urina. Assim, o excesso de líquidos é eliminado do organismo, diminuindo o esforço do coração.
  • Inibidores- Diminuem o esforço do coração.
  • Bloqueadores- Contêm a frequência cardíaca do coração.
  • Remédios que aumentam a força do músculo cardíaco

É importante que um sintoma nunca seja ignorado. Afinal, quanto antes o problema for encontrado, mais rápido vai ser o tratamento. Dessa forma, menos prejuízos serão causados. 

O que acontece na consulta com o cardiologista?

Em primeiro lugar, o cardiologista vai perguntar ao paciente o que o levou até ali. Ou seja, se vai ser uma consulta de prevenção ou para detectar alguma doença. A saber, é recomendado que homens e mulheres a partir dos 40 anos procurem o cardiologista. 

Na consulta de prevenção, o médico vai pedir exames para garantir que está tudo certo. Além disso, vai pedir informações sobre ele. Por exemplo: se já teve alguma doenças, prática de esportes, profissão, uso de remédios, etc.

Já no caso de o paciente estar com sintomas, além dos exames de rotina, o cardiologista vai analisar o problema descrito para achar sua causa. Afinal, a maioria das doenças possuem tratamento mais fácil quando encontradas no início.

Quando procurar o cardiologista?

Por certo, a consulta com o cardiologista deve ser feita de forma regular, para a prevenção de doenças. Além disso, algumas situações pedem a ida ao médico. Por exemplo: antes de uma cirurgia ou início de atividade física. Assim, o médico vai fazer uma avaliação para garantir que o coração está saudável. 

Além das consultas de prevenção, alguns sinais podem mostrar que uma consulta deve marcada com urgência. Por exemplo:

Dor no coração

Esta dor muitas vezes pode ser confundida com outras. No entanto, a dor no coração é tida como um aperto forte, acompanhado de suor e falta de ar.  Em resumo, esta dor ocorre quando há diminuição da chegada de sangue a este órgão.

Palpitação

É uma percepção ruim dos batimentos cardíacos. Além disso, algumas pessoas sentem uma falha nestes batimentos.

Tosse constante

A tosse cardíaca se dá após a pessoa realizar atividades de esforço físico.

Fadiga

Pode ocorrer quando a bomba do coração não consegue levar sangue suficiente para todos os órgãos.

Pele azulada

Pode indicar redução dos níveis de oxigênio no sangue.

Todos estes sinais podem mostrar que existe um problema sério. Por isso, deve-se consultar o cardiologista o quanto antes para evitar riscos à saúde.

Policonsultas - Consultas, Exames, Procedimentos e Checkups em Juiz de Fora.

O que são e para quê servem os exames do coração?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia, mais de 350 mil pessoas morrem por ano de doenças do coração. Além disso, dados da Organização Mundial da Saúde mostram que as doenças cardiovasculares são as principais causas de morte no mundo. Por exemplo: o infarto, o ataque cardíaco, doenças arteriais, entre outras. Assim, todas as pessoas devem tomar os cuidados relacionados ao coração e sua saúde. Esses cuidados incluem: prática de exercícios físicos, alimentação saudável, visitas regulares ao cardiologista e realização de exames cardiológicos. Saiba tudo sobre a consulta com o cardiologista.

Em primeiro lugar, ao consultar o médico, este pode pedir uma série de exames para acompanhar a saúde do coração do paciente. Portanto, é muito importante que os exames sejam realizados e o paciente retorne ao médico para que ele faça uma análise. Assim, três exames muito comuns e importantes são:

  • Eletrocardiograma 
  • Ecocardiograma
  • Risco Cirúrgico

Eletrocardiograma

Este exame é feito com um aparelho que avalia o ritmo dos batimentos cardíacos em repouso. Assim, é bem simples e costuma ser solicitado como forma de check-up geral da saúde do coração. Por isso, e exame é capaz de encontrar bloqueios ou partes do músculo do coração que não estão se movendo como deveriam, o que pode ser um problema. 

Como é feito

Em primeiro lugar, o paciente deita em uma maca e o médico coloca eletrodos sobre o seu corpo. O exame dura cerca de cinco minutos e o resultado é feito em gráficos, que o médico vai analisar. Por isso, é importante lembrar que o corpo do paciente deve estar limpo para evitar qualquer tipo de interferência. Além disso, este exame deve ser feito todos os anos em pacientes acima de 40 anos e sempre que houver suspeita de alguma doença no coração. Saiba as principais doenças do coração.

Ecocardiograma

Este exame é um ultrassom do coração que permite o resultado de imagens deste órgão e do sangue que passa por ele. Assim, é possível saber o tamanho do coração e sua força de bombeamento. Ou seja, é possível identificar a direção e velocidade do sangue no interior das cavidades do coração. 

O exame deve ser feito sempre que o médico pedir, quando há suspeita de doenças e como forma de prevenção. Além disso, é importante que mulheres grávidas realizem o exame para encontrar qualquer alteração que possa atrapalhar a gestação. Ademais, este exame é simples e não existem contraindicações.

Risco Cirúrgico

Este exame consiste em uma etapa de qualquer operação ou intervenção. Ou seja, é fundamental para assegurar que não há risco de problemas durante o procedimento. Dessa forma, o médico vai realizar o exame por meio de imagens e ondas que mostram a frequência e os batimentos.

Assim, é importante considerar que alguns fatores podem indicar um risco maior para uma cirurgia. Por exemplo:

  • Hipertensão;
  • Arritmias – alteração na frequência do coração;
  • Insuficiência do coração– quando o órgão não consegue funcionar de forma normal;
  • Diabetes – doença que eleva a taxa de açúcar no sangue;
  • Insuficiência do rim– mau funcionamento dos rins;
  • Coagulopatias – condição que provoca alteração na coagulação do sangue.

Por isso, nesses casos, a necessidade do exame de risco é ainda maior. Assim, antes de qualquer operação, o médico pode pedir que o paciente realize esse exame para a sua segurança.

Policonsultas - Consultas, Exames, Procedimentos e Checkups em Juiz de Fora.

Prevenção às doenças do coração

Além de ir ao cardiologista todo ano, a alimentação é muito importante na luta contra as doenças do coração. Por isso, é preciso manter uma dieta rica em nutrientes que fortalecem o coração. Por exemplo:

  • Alho;
  • Suco de uva;
  • Aveia;
  • Canela;
  • Peixes;
  • Frutas vermelhas;
  • Chocolate amargo;
  • Maçã.

Além disso, é importante evitar alimentos ricos em gordura, açúcar e sal. Além da alimentação, é importante que todas as pessoas realizem atividades físicas para manter a saúde do coração em dia.

Verdades e mitos

Doenças cardíacas em mulheres são mais fatais. VERDADE

Segundo a Organização Mundial da Saúde, 8,5 milhões de mulheres morrem, por ano, em todo o mundo, por estas doenças. No entanto, essa doença também atinge os homens. É importante ir ao cardiologista todo ano para realizar exames que encontram as doenças.

Bebidas energéticas não alteram os batimentos cardíacos. MITO

Uma lata de energético faz com que o coração se esforce mais do que o normal.

Ansiedade pode causar infarto. VERDADE

Quando isso ocorre em pessoas com fatores de risco, pode ocorrer morte súbita.

Inverno aumenta risco de doenças do coração. VERDADE

Nesta época do ano a atividade do metabolismo aumenta para aquecer o corpo. Além disso, o frio induz espasmos nas artérias coronárias

O coração não tem câncer. MITO

Apesar de serem raros, existem casos de câncer neste órgão. Assim, é importante realizar exames com frequência.

Policonsultas

Precisa marcar uma consulta com cardiologista e marcar exames? A Policonsultas tem uma equipe preparada para cuidar da sua saúde, além de realizar exames na própria clínica.

Conheça nosso corpo clínico aqui!

Agende seu atendimento:

Unidade 1: Mister Shopping 3º Piso.
Unidade 2: Av. Rio Branco, 1718 – centro

Deixe um comentário

WhatsApp Agende pelo WhatsApp