Unidade 1: Mister Shopping 3º Piso
Unidade 2: Av. Rio Branco, 1718 – Centro
Segunda a sexta: 08h às 20h
Sábado: 08h às 12h

Conheça as frutas mais indicadas para o consumo de diabéticos

O diabetes é uma doença causada pela produção insuficiente ou má absorção de insulina, hormônio que tem a função de quebrar as moléculas de glicose (açúcar) transformando-a em energia para manutenção das células do nosso organismo.

O diabetes pode causar o aumento da glicemia e as altas taxas podem levar a complicações no coração, nas artérias, nos olhos, nos rins e nos nervos. Em casos mais graves, o diabetes pode levar à morte.

Por causa disso, os diabéticos acabam incorporando determinadas necessidades no dia a dia para manter essa etiologia controlada, ou seja, os diabéticos precisam manter uma dieta supervisionada de acordo com a sua vertente da doença.

Contudo, em alguns casos, muitas pessoas acabam deixando de ingerir frutas que agora podem fazer mal para a sua saúde. Uma dúvida frequente entre os diabéticos e pré-diabéticos está relacionada ao consumo das frutas. Veja agora o que se deve levar em consideração quanto a esse consumo.

Como consumir frutas da maneira correta

Ao pensar sobre o consumo de frutas, devem ser observados dois aspectos principais sobre sua composição. O primeiro diz respeito ao índice glicêmico, responsável por apresentar quanto o açúcar no sangue vai subir quando alguma comida é ingerida. 

Ou seja, se a fruta que o diabético possuir um alto índice glicêmico, o processo pode ocorrer desta maneira: a glicose sobe, o pâncreas despeja insulina para combater esse aumento. Caso isso ocorra cronicamente, o paciente pode vir a apresentar hiperglicemia..

Agora, ao ingerir uma fruta com baixo índice glicêmico, a glicose sobe devagar, sem a ocorrência de pico, não força o pâncreas e possivelmente o paciente não apresentará o quadro de hiperglicemia. 

Segundo a Associação Americana de Diabetes, o índice glicêmico seria dividido em:

  • Baixo: até 55
  • Moderado: 56 – 69
  • Alto: maior ou igual a 70

Mas, caso a fruta que você adore tenha um índice glicêmico moderado ou alto, uma boa saída pode ser reduzir as porções dos outros carboidratos do dia.

Outra ferramenta útil do efeito da alimentação no seu açúcar do sangue é a carga glicêmica, que leva em consideração o índice glicêmico, mais os gramas de carboidratos por porção, por isso, a carga glicêmica estima melhor o impacto na vida real quando alguém ingere alguma comida.

A carga glicêmica varia em:

  • Baixa: 0 – 10
  • Moderada: 11 – 19
  • Alta: 20 ou mais

10 frutas próprias para o consumo de pacientes diabéticos

  • Abacate (IG: 10 e CG: 3) – pode melhorar a resistência insulínica e reduzir o risco de síndrome metabólica.
  • Cereja (IG: 20 e CG: 6) – é rica em potássio e antioxidantes.
  • Goiaba (IG: 23 e CG: 2) – possui licopeno, que ajuda na saúde da próstata, a quercetina, a vitamina C e outros polifenóis que atuam como potentes antioxidantes, e as fibras, que ajudam o intestino a funcionar melhor.
  • Maracujá (IG: 27 e CG: 5) – reduz a ansiedade, melhora a qualidade do sono e algumas pesquisas sugerem que um composto encontrado nas sementes de maracujá, o piceatannol, pode melhorar a sensibilidade à insulina.
  • Pêra (IG: 38 e CG: 4) – é altamente nutritiva e seu consumo pode ser mais saudável com a casca já que ela fornece mais de 20% da ingestão diária de fibras recomendadas. 
  • Maçã (IG: 39 e CG: 5) – possui vitaminas, minerais e efeitos prebióticos, que ajudam as suas bactérias boas do intestino.  Além disso, o consumo com a casca, pode proporcionar 20% das fibras diárias.
  • Ameixa in natura (IG: 40 e CG: 2) – além de melhorar o intestino por ser uma boa fonte de fibras, contém adiponectina, que sensibiliza o fígado e músculos à insulina e também é antiinflamatória e cardioprotetora.
  • Laranja (IG: 40 e CG: 5) – é uma ótima  fonte de vitamina C, além de várias outras vitaminas, minerais e antioxidantes.
  • Morango (IG: 42 e CG: 3) – rico em vitamina C, também é a fruta que mais possui fisetina, importante neuroprotetor, antioxidante que apresenta ações necessárias para o tratamento de distúrbios do Sistema Nervoso Central (SNC).
  • Pêssego (IG: 42 e CG: 5) – são ricos em muitas vitaminas, minerais e compostos vegetais benéficos para a saúde.

Dois lembretes importantes

Evite sucos das frutas

Os sucos reduzem as fibras e a carga de fruta fica muito grande.

Também é importante optar por não comprar sucos de frutas no supermercado, especialmente os sucos de caixinha, pois podem aumentar a glicose e a gordura no fígado.

Evite frutas secas

Quando a água é retirada da fruta, o açúcar fica mais concentrado, então, pequenas porções podem aumentar a glicose.

Nenhuma fruta deve ser cortada da sua dieta. Umas você pode comer mais, outras menos. Mas o ideal é comermos de tudo um pouco.

É importante lembrar que a partir da orientação profissional de um nutricionista, o paciente passa a ter uma ingestão de nutrientes adequada para o seu organismo, tornando sua vida mais saudável.

Policonsultas

Precisa marcar uma consulta com um médico? A Policonsultas tem uma equipe preparada para cuidar da sua saúde, além de realizar exames na própria clínica. Conheça nosso corpo clínico aqui!

Agende seu atendimento:

Unidade 1: Mister Shopping 3º Piso.
Unidade 2: Av. Rio Branco, 1718 – centro

Deixe um comentário

WhatsApp Agende pelo WhatsApp