Unidade 1: Mister Shopping 3º Piso
Unidade 2: Av. Rio Branco, 1718 – Centro
Segunda a sexta: 08h às 20h
Sábado: 08h às 12h

Campanha do Dezembro Laranja alerta sobre os sinais e riscos do câncer de pele

Durante o mês de Dezembro realiza-se uma campanha nacional para alertar sobre a importância da prevenção ao câncer de pele. Assim, adota-se a cor laranja a fim de chamar atenção para esta causa, discutindo sobre os riscos dessa doença, além de tornar a população consciente com a saúde de forma integral.

O câncer da pele é o tipo de tumor mais incidente na população, resultando em cerca de 30% dos cânceres registrados no país, de acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer. Esse tipo de tumor acontece pelo crescimento anormal das células que compõe o corpo, e como qualquer célula que compõe a pele pode originar um câncer, há vários tipos de câncer de pele.

O tumor do tipo melanoma, apesar de mais raro, é um dos mais graves e caso não seja tratado rapidamente, pode levar à morte. Já o não-melanoma é mais comum em ambos os sexos e tem baixo índice de mortalidade, mas ainda assim precisa ser tratamento especializado.

Como é diagnosticado o câncer de pele?

O profissional da saúde que poderá diagnosticar o câncer de pele é o dermatologista, médico responsável pelo estudo, prevenção e cuidado com as doenças da pele, cabelos, unhas e mucosas. Geralmente, através de um exame clínico o médico poderá dar uma determinação do caso, entretanto em algumas situações será necessário realizar um exame de Dermatoscopia ou uma biópsia. O primeiro caso consiste no uso de um aparelho que permite visualizar camadas internas da pele. Já a biópsia é o exame indicado para confirmação do diagnóstico através da coleta do tecido que será analisado em laboratório.

Outros exames poderão ser requeridos pelo profissional de dermatologia, no entanto a partir desses procedimentos já será possível identificar se o câncer é melanoma ou não melanoma.

O não-melanoma é um câncer mais freqüente, e ocorre principalmente nas áreas do corpo que são mais expostas ao sol, como rosto, pescoço, orelhas, braços e pernas. Entre os sintomas, destacam-se manchas que coçam, ardem, descama ou sagram, além de feridas que demoram a cicatrizar.

Já o câncer melanoma, o mais perigoso, pode aparecer como sinais, pintas ou manchas, em qualquer parte do corpo ou nas mucosas. O INCA divulgou um quadro que facilita na compreensão dos sintomas:

como detectar o câncer de pele
Tabela de sintomas e sinais do câncer melanoma, divulgada pelo INCA e Ministério da Saúde

A indicação é que um profissional de dermatologia seja consultado ao perceber qualquer alteração na pele.

Como se prevenir do câncer de pele?

Existem alguns fatores de risco que merecem atenção, entre eles pode-se destacar pessoas albinas, ou com pele muito clara, olhos claros, histórico familiar de câncer de pele, ou pessoas que estão expostas ao sol por grandes períodos de tempo, principalmente crianças e adolescentes.

A prevenção consiste em evitar a exposição solar, principalmente entre 10h e se 16h. Usar protetor solar diariamente em todas as partes do corpo que ficam evidenciadas, com um bom fator UV, além de bonés, óculos ou chapéus no verão. O cuidado deve ser diário e por toda a vida. Esta é a única forma de prevenção do câncer de pele, visto que qualquer pessoa pode desenvolver a doença.

Como a Policonsultas pode te ajudar?

 A Policonsultas conta com uma equipe de profissionais de dermatologia preparados para cuidar da sua pele. Conheça nosso corpo clínico aqui!

Agende seu atendimento!

Por telefone: (32) 3031-6060

Por WhatsApp: (32) 99102-6160

Estamos no Mister Shopping, 3º piso – Juiz de Fora

Deixe um comentário

WhatsApp Agende pelo WhatsApp