Unidade 1: Mister Shopping 3º Piso
Unidade 2: Av. Rio Branco, 1718 – Centro
Segunda a sexta: 08h às 20h
Sábado: 08h às 12h

Dezembro Laranja: Prevenção do Câncer de Pele

O câncer da pele é o tipo de tumor mais incidente na população, resultando em cerca de 30% dos cânceres registrados no país, de acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer. Esse tipo de tumor acontece pelo crescimento anormal das células que compõe o corpo, e como qualquer célula que compõe a pele pode originar um câncer, há vários tipos de câncer de pele.

Conheça abaixo os tipos de câncer de pele e caso reconheça algum sinal, procure um dermatologista, isto é, o médico especialista responsável pelo estudo, diagnóstico e tratamento clínico das doenças que atingem a pele e tecidos.

Tipos de Câncer

Carcinoma basocelular (CBC): O CBC surge nas células basais, que se encontram na camada mais profunda da epiderme (a camada superior da pele). Tem baixa letalidade e pode ser curado em caso de detecção precoce. Os CBCs surgem mais frequentemente em regiões expostas ao sol, como face, orelhas, pescoço, couro cabeludo, ombros e costas. O tipo mais encontrado é o CBC nódulo-ulcerativo, que se traduz como uma pápula vermelha, brilhosa, com uma crosta central, que pode sangrar com facilidade.

Carcinoma espinocelular (CEC): Manifesta-se nas células escamosas, que constituem a maior parte das camadas superiores da pele. Pode se desenvolver em todas as partes do corpo, embora seja mais comum nas áreas expostas ao sol, como orelhas, rosto, couro cabeludo, pescoço etc. A pele nessas regiões, normalmente, apresenta sinais de dano solar, como enrugamento, mudanças na pigmentação e perda de elasticidade. O CEC é duas vezes mais frequente em homens do que em mulheres. Normalmente, têm coloração avermelhada e se apresentam na forma de machucados ou feridas espessos e descamativos, que não cicatrizam e sangram ocasionalmente. Eles podem ter aparência similar à das verrugas.

Melanoma: É o tipo menos frequente dentre todos os cânceres da pele, o melanoma tem o pior prognóstico e o mais alto índice de mortalidade. Embora o diagnóstico de melanoma normalmente traga medo e apreensão aos pacientes, as chances de cura são de mais de 90%, quando há detecção precoce da doença. O melanoma, em geral, tem a aparência de uma pinta ou de um sinal na pele, em tons acastanhados ou enegrecidos. Porém, a “pinta” ou o “sinal”, em geral, mudam de cor, de formato ou de tamanho, e podem causar sangramento.

Mas atenção! Somente um médico especializado em dermatologia pode fazer o diagnóstico correto.

Conheça mais sobre o assunto no vídeo da Dra. Laura Botelho – dermatologista:

Como a Policonsultas pode te ajudar?

A Policonsultas conta com uma equipe de profissionais de dermatologia preparados para cuidar da sua pele. Conheça nosso corpo clínico aqui!

Agende seu atendimento!

Por telefone: (32) 3031-6060

Por WhatsApp: (32) 99102-6160

Estamos no Mister Shopping, 3º piso – Juiz de Fora

Deixe um comentário

WhatsApp Agende pelo WhatsApp